quarta-feira, 22 de setembro de 2010

13 PASSOS PARA AJUDAR QUEM TEM DOENÇA FALCIFORME

13 passos para ajudar quem tem falciforme
ESTE TEXTO FOI ORIGINALMENTE POSTADO NA COMUNIDADE DE ANEMIA FALCIFORME DO ORKUT E NO BLOG: ANEMIAFALCIFORME.BLOGSPOT.COM.



Passo 1 - a hidratação adequada: Estima-se que 75% das pessoas têm desidratação crônica leve. Isso vai afetar o fluxo sanguíneo. Consumir uma quantidade adequada de água diariamente é extremamente importante. O ideal seria água pura. Porque? As bebidas como refrigerantes, sucos, chás e café, são carregadas de açúcar, sódio e outros aditivos químicos, o que pode prejudicar a sua saúde. Seu corpo deve substituir 2-3 litros de água todos os dias. Como regra geral, para cada 7 kg de peso, você precisa de 1 copo de água.

Passo 2 - Fique quente: O frio reduz o fluxo de sangue, porque contrai os vasos capilares. Se você vive em um ambiente frio, deve tomar precauções extras para manter suas extremidades, principalmente mãos e pés, devidamente protegidos.

Passo 3 - Evite grandes altitudes: localizações geográficas com altitudes elevadas devem ser evitadas, pois podem reduzir o nível de oxigênio do seu organismo.

Passo 4 – Exercício: O exercício físico deve ser evitado, mas o exercício aeróbico moderado pode ser um benefício. Exercício melhora a circulação sanguínea. Ela também pode produzir garantia capilares que podem auxiliar na prestação de caminhos alternativos para o fluxo sanguíneo quando uma via arterial torna-se bloqueada. Capilares colaterais são extremamente importantes para as pessoas com doença falciforme. No entanto, antes de iniciar um programa de exercícios, você deve sempre consultar seu médico.

Passo 5 - Descanso: É importante o descanso adequado, já que o estresse pode ter um efeito negativo na sua saúde e bem-estar, bem como reduzir o seu sistema imunológico.

Passo 6 – Boa alimentação: Uma alimentação balanceada é essencial para a manutenção da saúde. Basicamente, para ser considerada balanceada, a alimentação deve conter alimentos de diversos tipos como: carne, verduras, legumes, cereais, sementes, leite e derivados, e até mesmo gordura e açúcar, para atender todas as necessidades. Evitar jejum prolongado.

Passo 7 - Apoiar o sistema imunológico: Procure aumentar o consumo de frutas e vegetais (são ricos em antioxidantes, vitaminas e minerais essenciais). O sistema imunológico fortalecido ajuda à combater gripes, resfriados e infecções. E o restabelecimento é mais rápido.

Passo 8 - Vacinas: Ainda sobre o sistema imunológico. Mantenha-se atualizado com as vacinas adequadas. Converse com seu médico para estabelecer um cronograma para que todas as medidas apropriadas sejam tomadas.

Passo 9 - Proteja seu fígado: Mais uma vez, a alimentação pode ser um aliado. Quantidades adequadas de vegetais de folhas verdes com a ingestão adequada de água são dois bons primeiros passos para ajudar o fígado, além do consumo regular de frutas com vitamina C, que ajuda a aumentar a taxa de síntese de glutationa que é um componente importante na desintoxicação do fígado. Cuidado com ingestão regular de bebidas alcoólicas.

Passo 10 - Evite pessoas com resfriados e gripes: Tente não se colocar em situações que permitem a ocorrência de infecções.

Passo 11 - A suplementação com ácido fólico: o ácido fólico é um componente necessário para a produção de glóbulos vermelhos. A quantidade diária deve ser recomendada pelo seu médico.

Passo 12 - Os grupos de apoio: Porque os desafios emocionais que chegam com a doença falciforme são grandes e é sempre de muita ajuda para encontrar um grupo de apoio para compartilhar frustrações, desafios, esperanças e sucessos. Aqui em Brasília, temos a ABRADFAL Associação Brasiliense de Pessoas com Doença Falciforme. Fazemos reuniões mensais. Venha! Participe de nossas reuniões! Contato: 061 9601 7270

Passo 13 - Planejamento Familiar: Devido à natureza genética da doença falciforme, é sempre útil para discutir as opções com um médico de família que tenha experiência no aconselhamento genético.

Por causa da herança genética da doença falciforme não existe uma pílula mágica para curar. Isso pode deixar os indivíduos e os membros da família sentirem-se desamparados em sua batalha contra os sintomas da doença. É por isso que é importante discutir esses passos com um médico qualificado. Juntos vocês podem desenvolver um plano de ação, que irão capacitá-los para um melhor controle sobre os sintomas da doença falciforme.
No entanto, lembre-se que estas medidas são apenas para fins informativos e não é um substituto para aconselhamento médico profissional, exames, diagnóstico ou tratamento. Sempre procure o conselho de um médico ou prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter. Nunca desrespeite o tratamento indicado pelo profissional médico ou atrase na sua procura por causa de algo que você leu aqui. Se você acha que pode ter uma emergência médica, ligue sempre para o seu médico.
posted by Andrea at 8:22 AM 0 comments

31 comentários:

  1. Obrigado por divulgar o texto e o link. Estou renovando o layout do blog e acabei de linkar vocês!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de convidar vocês, e através de vocês todos os que possam se interessar, para que possam participar da V Mostra Científica da PUC-GO, no dia 22 de outubro a partir das 19 horas, no Campus I (Av. Universitária - Goiânia), Área 4, sala 303 do Bloco C; onde apresentarei defesa do meu artigo científico: Protocolo de Atendimento de Enfermagem à Pacientes Portadores de Anemia Falciforme em situações de Emergência. Gostaria de contar com seu apoio para divulgação da apresentação. "O melhor remédio é o CONHECIMENTO!"

    ResponderExcluir
  3. Olá , eu tenho um sobrinho de 6 meses que tem essa doença, estamos preocupados(desesperados). Hoje e acordou com febre e o médico disse que tem que fazer uma transfusão de sangue. Aqui em Cuiabá não é mto divulgado a respeito. Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  4. Olá , eu tenho um sobrinho de 6 meses que tem essa doença, estamos preocupados(desesperados). Hoje e acordou com febre e o médico disse que tem que fazer uma transfusão de sangue. Aqui em Cuiabá não é mto divulgado a respeito. Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Bia moraes..Digo que é um caminho longo a seguir meu filho tem essa anemia desde o nascimento te digo não foi fácil ate hj com 18 anos ele continua em tratamento, o remédio a nossa presidenta não esta mandando mais..olha... Só Deus...vcs precisam ser forte ele vai precisar muito de vcs..boa sorte!

      Excluir
  5. Eu tenho essa anemia falciforme mesmo fazendo tratamento tem dia que estou bem tem dia que não estou bem já fiquei internada já fiz transfusão de sangue e só Deus pra ajuda a gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E Deus ajuda sim! Eu fui diagnosticada com AF quando tinha 6 anos, e hoje tenho 33 anos ,formei família com dois filhos vivo super bem
      Justamente no momento em que entendi que Jesus veio a este mundo e morreu na cruz levando sobre ele,TODAS AS NOSSAS INFERMIDADES!! desse momento em diante,nunca mais precisei trasfuzar e nem internações
      Entra sua vida a Cristo e tudo ficarar bem. ;)

      Excluir
    2. Amem! Quando acredita se que Deus existe tudo é possível

      Excluir
  6. Anemia is the condition of having less than the normal number of red blood cells or less than the normal quantity of hemoglobin in the blood. I'm consulting web health network for treatment of anemia and I hope you also can be benefited with there help.

    ResponderExcluir
  7. meu nome é douglas tenho 19 anos e sofro dessa anemia falciforme sc e luto todos os dias para que nao venha me causar dores.espero que encontrem uma cura logo :{ sofro todo esse tempo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cura esta em Cristo Jesus!
      Todas as nossas doenças ele já levou sobre a cruz!
      Creia nisso amigo
      Eu sou uma prova viva desse milagre!!

      Excluir
  8. Olá. Meu nome e Debora,tenho 17 anos e descobrir que tenho essa doença desdos meus 5 anos, luto pra que minhas plaquetas abaixem mais sempre aumenta mais. As vezes ela abaixa , sinto muitas dores de cabeça, cansaço. Mesmo com todo esses anos e ainda não curada, eu creio que um dia isso tudo irá passar e não irei ter mas essa doença. Sofro d'mais com essa doença desde quando soube mais tento superar todos os dias Mesmo sendo tão difícil passar por todos os dias essa etapa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga! Se agarre a Cristo Jesus
      Eu já passei por isso quando tinha sua idade, e hoje tenho 33 anos, não preciso mais internar e nem sofro com essa doença maligna!
      Por que pelas pisaduras de Cristo fomos sarados!!
      Fomos, creia.

      Excluir
    2. Amiga! Se agarre a Cristo Jesus
      Eu já passei por isso quando tinha sua idade, e hoje tenho 33 anos, não preciso mais internar e nem sofro com essa doença maligna!
      Por que pelas pisaduras de Cristo fomos sarados!!
      Fomos, creia.

      Excluir
  9. OLá meu esposo tem anemia falciforme ele tem 30 anos e descobriu ainda bb tem tempo que sente muitas dores na juntas e dores de cabeça,mas a unica coisa que fazemos so medicação com dipirona e paracetamol,porque ate hoje nao descobriu cura,mas sempre tomando as vacinas certas e acido folico porque é muito importante,porque quando muda o tempo sempre é capaz dele adoecer,quando passa frio, e as vezes por nada adoece mas tenhamos fé que um dia acaba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jesus já levou sobre si todas as nossas INFERMIDADES!!
      Creia

      Excluir
    2. Jesus já levou sobre si todas as nossas INFERMIDADES!!
      Creia

      Excluir
    3. Olá, aconselho a pesquisarem melhor sobre "medicamentos" utilizados q podem piorar os portadores de falciforme. Temos muitas informações na Internet. Sou portadora de falciforme e evito certos medicamentos pra dor, pois os mesmos que aliviam, pioram o sangue aumentando crises futuras. Ex: dipirona elimina o fólico, alguns antibióticos causa alergia de contato e outro mais como relaxantes musculares. Paracetamol em excesso piora o fígado. A melhor alternativa é pesquisar e trocar ideia em grupos de falciforme. Mas Jesus ainda é q melhor saída pra dar conforto em nós. Com Ele, nos conseguimos ter mais conforto até mesmo nas dores. Fica a dica!

      Excluir
  10. Bom dia meu nome é Isabelle tenho 12 ano,meu país descobriram essa doença desde que eu nasci, faço todos os acompanhamento médico e exame mesmo assim as crises me atacam, as dores são terrível, por conta dessas dores faldo muito na escola mais nunca repeti de ano, minha mãe leva o conteúdo da escola até eu no hospital.Nunca vou desisti, Qd eu fica de maior vou fase falsidade de medicina esse eo meu sonho

    ResponderExcluir
  11. Bom dia meu nome é Isabelle tenho 12 ano,meu país descobriram essa doença desde que eu nasci, faço todos os acompanhamento médico e exame mesmo assim as crises me atacam, as dores são terrível, por conta dessas dores faldo muito na escola mais nunca repeti de ano, minha mãe leva o conteúdo da escola até eu no hospital.Nunca vou desisti, Qd eu fica de maior vou fase falsidade de medicina esse eo meu sonho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isa é uma pegunta muito intima se sua mãe poder responder,como é a fase da menstruação minha sobrinha tem 9 e ja estamos com medo dessa fase.

      Excluir
    2. Tenho 23 anos, na fase da menstruação eu sinto um pouco de dor, as duas primeiras vezes que fiquei internada, foi uma crise que deu inicio no período menstrual.

      Excluir
  12. Olá boa tarde.
    Quero tirar uma duvida.
    Traço falcemico é o mesmo que anemia falciforme?
    Meu bb foi diagnosticafo com essr traço.
    Mas tenho fé q ele vai ser curado.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite alguém pode me informa se traço falcemico e a mesma coisa q anemia falceforme????

    ResponderExcluir
  14. Minha sobrinha tem 9anos e faz tratamento em governador Valadares.otem 13 de fevereiro as as 20horas ela teve crise e moramos na Bahia aqui o atendimento é horrível pq mudou de prefeito.e só achamos recurso em outro estado. Moramos em mucuri bahia. Quando dar a crise ela pede pra não deichar ela morre é. De parti o coração. Oq cura a dor só a aplicação da morfina.mas aqui. É uma negação no atendimento. Só Deus pra curar nossas CRIANÇAs.

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho 22 ano eu descobri a pouco tempo que tenho essa doença pois estava grávida de 7 meses qdo descobrir.... Agora nn sei como eu faço

    ResponderExcluir
  16. Quando nasci tive anemia eu e minha mãe estivemos que fazer transfusão de sangue .E dês de crianças sempre tive dores nas pernas e feridas mas nunca fui ao médico hoje aos 40 anos descobri que tenho anemia falciforme

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde,
    Meu nome é Elisama tenho 23, assim que nasce fui diagnosticada como traços da anemia falciforme, por conta disso tive uma infância sofrida pois sentia dores e os médicos e até mesmo a família pouco acreditava, até que uma médica quanto tinha meus 12 ou 13 anos afirmou a minha mãe que se eu sentia dores eu não era traço e sim portadora da doença. Ha uns 2 anos e 6 meses eu comecei a ter crises de dores que resultaram em internações, uma dela me levou a necrose do fêmur, recentemente em janeiro eu fiquei doente e descobri que estava com pneumonia. Me sinto muito triste pois eu sou nova e tenho muitas limitações, queria ter sido tenista profissional e no entanto hoje isso é só um sonho, mas todo os dias o que me da mais força primeiro é lembra de minha mãe, pois ela acredita que eu vou fica bem e depois é a seguinte frase: Ame sua missão. Isso é o que me da força.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia,também sou falcemica e não é fácil para nós que somos adultos imagine para as crianças. É de partir o coração quando vejo uma garotinha ou um garotinho com crise pois sei o quanto a dor é terrível, é algo que tira nosso fôlego. Mas hoje tenho 38 anos dois filhos o meu mais novo o casual de 7 anos é hemofilico por mutação genética e faz tratamento no mesmo local que eu na HEMOBA ,aqui em Salvador BA.Mas tenhamos fé em jeová Deus de Abraão e em seu filho Jesus Cristo que seremos curados.por coincidência o nome do meu filho é Abraão " o amigo de Deus ,o homem da fé ",já tive várias internações e complicações como pneumonia, infarto do baço, retinopatia nos olhos e cirurgia na perna,mas desistir ou perder minha fé jamais,meu irmão também é portador de DF.BJUS.😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse comentário acima é da minha mãe Suely.

      Excluir

ABRADFAL- Associação Brasiliense de Pessoas com Doença Falciforme

Minha foto
Brasilia DF, DF, Brazil
Somos a Associação Brasiliense de Pessoas com Doença Falciforme. UMA ENTIDADE SEM FINS LUCRATIVOS. TEMOS COMO OBJETIVO PRINCIPAL: TRABALHAR POR MELHORIA DE QUALIDADE DE VIDA DAS PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME. LUTAR POR POLÍTICAS PÚBLICA QUE INCLUAM ESTAS PESSOAS.

Total de visualizações de página